fbpx
Juliano-Moreira-o-psiquiatra-negro

Juliano Moreira: o psiquiatra negro que revolucionou o tratamento de transtornos mentais no Brasil

Quem abriu o google hoje se deparou com uma imagem curiosa ! O Doodle de Juliano Moreira, uma figura histórica que revolucionou o tratamento de transtornos mentais no Brasil.

Mas, quem é Juliano Moreira ?

No início do século 20, ele “revolucionou o tratamento de pessoas com transtornos mentais no Brasil e lutou incansavelmente para combater o racismo científico e a falsa ligação de doença mental à cor da pele”.

Juliano Moreira mudou completamente o conceito e o método da psiquiatria brasileira, principalmente no atendimento a pessoas com problemas mentais. Seu legado inclui a formulação da proposta e do novo modelo de tratamento psiquiátrico (1903), a lei de assistência à alienação aprovada em 22 de dezembro de 1903 e a fundação da Sociedade Brasileira de Psiquiatria, Neurologia e Ciências Afins (1905). No campo da antropologia, Juliano manteve seu legado de combate ao racismo científico porque desempenhou um papel na refutação da crença de que a doença mental está relacionada à cor da pele das pessoas.

Moreira é um dos bons nomes dos estudiosos negros na história do Brasil e muitas vezes apagado dos currículos escolares, um exemplo de como a educação brasileira exacerbou a desigualdade racial e deu menos atenção aos heróis negros em diversas áreas.

Ao longo de sua carreira, ele também participou de diversos congressos médicos e representou o Brasil no exterior, Europa e Japão. Após receber tratamento para tuberculose, morreu em Petrópolis em 1933. Após sua morte, um hospital psiquiátrico da Bahia foi batizado e se tornou o Hospital Juliano Moreira.

Base da Fonte: Wikipedia

Mas o que é Doodle e qual a importância deles ? veja uma matéria exclusiva que fizemos sobre isso.

Conheça soluções para: S.E.O, ADS, Social Media, por exemplo insta e face.

Fale conosco agora mesmo.

Quer saber mais sobre e-commerce clique aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×